Como remover manchas à base de proteínas?

nódoas à base de proteínas

As nódoas à base de proteínas são mais comuns do que nos possa parecer. No dia a dia estamos expostos a uma série de acidentes ou situações que nos podem sujeitar a este tipo de manchas, pelo que devemos saber quais a técnica de limpeza para as remover.

As manchas à base de proteínas mais comuns incluem:

A forma mais rápida para eliminar a generalidade deste tipo de nódoas é evitar colocá-la em contacto com fontes de calor. Por exemplo, passar a mancha por água quente ou usar secadores para a tentar extrair só irá complicar ainda mais o processo de remoção da mancha, uma vez que o calor tende a fixá-las inda mais na superfície afetada. Outro aspeto importante a ter em conta é tentar remover a nódoa o mais rapidamente possível, de preferência quando ainda está fresca (húmida).

Remover pequenas manchas à base de proteínas

Lave o tecido ou outra superfície afetada com um detergente, como é usual. Evite, no entanto, a utilização de detergentes à base de enzima, assim como aplicar tira-nódoas em tecidos de lã e de seda.

Verifique se a nódoa desapareceu por completo antes de secar a superfície e, se a nódoa persistir, repita esta técnica de limpeza as vezes que forem que forem necessárias até conseguir tirar a nódoa.

Remover manchas grandes e vincadas à base de proteínas

Coloque o material de molho em água fria durante 4-6 horas antes de tratar propriamente a mancha. Após a imersão, dissolva na água um detergente de pré-tratamento, seguindo as instruções indicadas no rótulo. Em seguida, lave a peça como habitualmente, prestando especial atenção à total remoção da mancha antes de proceder à secagem.

Conhece uma técnica diferente e eficaz para remover manchas à base de proteínas?
Então, sugerimos que partilhe a sua técnica de limpeza, deixando um comentário a este artigo.


ARTIGOS RELACIONADOS:




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>